Como calcular o custo da construção: veja 6 dicas para avaliar!

Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção

Quem nunca sonhou em construir a casa própria do zero? Muitas pessoas trabalham
diariamente para conquistar esse objetivo, mas, como há muitas etapas envolvidas, algumas dúvidas podem surgir no caminho. Uma delas é como calcular o custo da construção e tudo o que está envolvido na hora de começar uma obra.

Se você está planejando erguer o próprio imóvel e quer sanar suas dúvidas a respeito do
assunto, pode ficar tranquilo. Preparamos este artigo com tudo o que é preciso saber
sobre os gastos que terá e aquilo que deve ser levado em conta. Assim, fica muito mais fácil se
planejar, não é mesmo?

Pronto para chegar mais perto do seu sonho? Continue a leitura!

1. Entenda o que é CUB

Antes de tudo, temos que apresentar a você o CUB (Custo Unitário Básico), calculado sob muitas variáveis. Ele leva em conta, por exemplo, se o projeto é residencial ou comercial. Não é o dono do terreno nem o mestre de obras quem decide esse valor: o custo é divulgado pelos sindicatos da Indústria da Construção Civil de todo o país.

No CUB, são consideradas as despesas administrativas, os equipamentos utilizados durante a construção e outros detalhes relacionados. Vale lembrar que não se trata do custo final de uma construção, mas sim de uma diretriz. O valor vai apresentar as despesas variáveis, já que mão de obra e material estão sujeitos a terem seus preços alterados ao longo do processo.

2. Use o CUB para calcular o custo de uma construção

Para entender esse tópico, você precisará interpretar a tabela disponibilizada pelo sindicato. Buscar pelo valor da sua região é muito importante, já que as cidades e os estados do país sofrem muitas variações.

Procure a tabela que fale do tipo de construção que você deseja erguer e de quantos dormitórios terá o imóvel. Para um projeto residencial, você poderá escolher entre Baixo, Normal e Alto, que representam dois, três e quatro dormitórios respectivamente.

Depois, é preciso ficar atento às siglas da tabela — imóveis familiares fazem parte do bloco R-1, por exemplo. Feito isso, você facilmente encontrará o valor da construção por metro quadrado. Mas não se esqueça: esse número é apenas uma estimativa.

3. Aprenda a analisar os outros itens e serviços

Embora o CUB seja um excelente início de cálculo, é preciso que você leve em conta outros fatores. Estamos falando de equipamentos eletrônicos, da área externa e do tipo de mobiliário da construção.

Faça um planejamento financeiro com todos os detalhes e liste os gastos envolvidos em cada item para não ter surpresas desagradáveis. Lembre-se de que o CUB mede somente o custo da construção.

Leve em conta, ainda, os equipamentos de segurança, o tamanho dos muros e o padrão dos portões. Eles podem ocupar uma boa fatia do seu orçamento. O mesmo vale para o espaço externo: caso você tenha uma área de lazer, com churrasqueira e piscina, é fundamental fazer um orçamento detalhado.

Outro detalhe muito esquecido é a marcenaria da construção. Um projeto pode chegar a ter 20% do seu valor destinado a isso.

4. Defina o projeto da casa

Ainda que o projeto da sua casa dos sonhos vá sofrer alterações ao longo do processo, é essencial que você defina pelo menos o “grosso” da construção. Veja com sua família o tipo de acabamento que querem utilizar e quais materiais são imprescindíveis na construção da casa.

Coloque tudo na ponta do lápis: torneiras, louças de banheiro, bancada de cozinha e outros materiais. Você pode definir o projeto sem esses itens, mas eles serão gastos de qualquer forma. Então, faça as contas para que tudo caiba no seu bolso.

É importante também ter uma estimativa dos valores que serão gastos com a equipe de construção. Pedreiros e mestres de obras consomem boa parte do orçamento. Procure encontrar uma equipe de qualidade e inclua-a no valor do projeto.

5. Faça diferentes pesquisas de preço

Um dos maiores erros que você pode cometer é colocar no orçamento os primeiros preços que encontra na internet. Isso porque é possível encontrar valores muito abaixo do praticado e acabar se descabelando com gastos inesperados.

Outra situação comum é a pessoa se assustar com valores muito altos e desistir do seu sonho de construir a casa própria. Por isso, vá aos lugares e converse com quem entende do assunto. Estimar os custos de forma fiel ajuda você a concluir a obra sem desespero e muitos problemas.

Procure encontrar o equilíbrio entre um preço atrativo e equipes ou materiais de qualidade. Assim, você garante uma obra dentro do que pode pagar e com a qualidade que sua família merece.

6. Reserve uma margem para imprevistos

Não planeje sua obra com os valores exatos que serão gastos. Durante o processo, alguns problemas podem surgir e, fatalmente, custarão mais do que aquilo listado no orçamento inicial. Para evitar o problema, procure deixar uma margem de 5% a 10% do valor da construção.

Essa fatia do orçamento vai ajudá-lo a não passar por problemas se algum imprevisto surgir. Durante uma obra, você pode ter custos a mais de diária quando um serviço não for concluído no tempo planejado, por exemplo. Outro problema comum acontece quando o dono do terreno muda os planos e decide por algo diferente.

Imprevistos acontecem e, para que tudo saia como você sonhou, é essencial estar preparado. Já imaginou ter que interromper a obra por uma simples falta de planejamento? Não arrisque passar por isso.

Os custos de uma construção envolvem uma série de fatores — e o ideal é não deixar passar um único azulejo no orçamento. Ainda que seja o sonho de muita gente pensar em cada detalhe do seu imóvel, essa é uma escolha que exige cautela e bastante atenção. Procure fazer tudo com calma e seguir nossas dicas. Assim, será possível realizar seu sonho de forma tranquila, não é mesmo?

Agora que você aprendeu como calcular o custo da construção que dará origem à sua maior conquista, não deixe de seguir a gente no Facebook. Fique por dentro de tudo o que acontece no mercado imobiliário de Itabira e todo o Brasil!

Como escolher o seu lote?

Como escolher o seu lote?

baixe agora

Equipe IMG

materiais

Baixe agora os materiais educativos da IMG
Fique por dentro do nosso conteúdo e receba tudo o que você precisa saber sobre loteamentos, desde investimento a construção